E Podemos Saber

E Podemos Saber

E Podemos Saber 1

No Feirão Da Caixa Econômica Federal

Você foi ao feirão e encontrou o imóvel dos seus sonhos. Antes de fechar o contrato, contudo, é necessário adotar uma série de cuidados, como verificar tuas necessidades, averiguar a boa procedência da incorporadora e visitar a unidade escolhida. Se tudo estiver em ordem, assim sendo, você fecha o negócio, direito?

Ainda não. você pode saber mais , é preciso ver com calma o contrato de financiamento, como essa de o seu planejamento financeiro. No fim de contas, obter um imóvel financiado significa comprometer a renda por um excelente tempo. No feirão da Caixa Econômica Federal, que começou nesta sexta-feira (13) em cinco cidades, os compradores devem evitar o financiamento por impulso.

  • Viaje pelo universo com Woody Allen
  • Avalie as condições do condomínio onde está o apartamento
  • quinze – CÂMERAS DE Tv (sistemas de Segurança)
  • 9:48 – Latam e Gol exercem Blak Friday de passagens-aéreas
  • Cópia reprográfica autenticada do comprovante de endereço atualizado
  • Legislação Selecionada

“Eles devem evitar permanecer eufóricos com o evento e localizar que os imóveis ofertados estão baratos. Não é porque é um feirão que os imóveis estão mais em conta. Nem sempre isto é verdade”, alerta o professor de pós-graduação da Trevisan Universidade de Negócios, Ricardo Cintra. Antes de pensarem em assinar o contrato de financiamento, é necessário checar os recursos financeiros acessíveis. “A primeira recomendação é acrescentar tal quanto possível o valor da entrada, para que o valor do financiamento seja o menor possível”, anuncia Cintra.

E pra esta finalidade, é preciso reavaliar o padrão de vida. Se a família tem 2 automóveis, tais como, vale vender pelo menos um pra completar a entrada. “Para adquirir a moradia própria, é necessário abrir mão de alguma coisa”, reforça o especialista. Obter a residência própria é um passo que vários sonham em oferecer. E pela hora de escolher o tipo de financiamento, continuar de olho no seu perfil de renda auxílio a optar corretamente.

Para o presidente da Amspa (Liga de Mutuários de São Paulo e Adjacências), Marco Aurélio Luminosidade, o primeiro passo é permanecer de olho no orçamento. “A primeira coisa é fazer um planejamento para observar os recursos disponíveis”, diz. Um jovem solteiro, por exemplo, em começo de carreira, podes não ter um ótimo montante, mas tem tempo e desfruta de recursos livres para segurar um financiamento.

“Claro que depende de caso a caso, todavia esse jovem não tem responsabilidades financeiras maiores, a não ser com ele mesmo”, explica Aurélio Luz. “Agora quem tem família deve tomar mais cuidado, pelo motivo de tem outras responsabilidades”, confira este site . O especialista explica que, independentemente do perfil, o futuro mutuário tem que cuidar para que comprometa até 30% da renda com o financiamento imobiliário. E quem for obter imóvel na planta precisa pagar o mínimo possível no início. “Caso ocorra algo, as perdas serão menores”, anuncia.

Apesar desses detalhes, Aurélio Iluminação reforça que os mutuários devem fazer alguns esforços financeiros para saldar a moradia própria. E este esforço precisa de ser feito independentemente do perfil do futuro mutuário. “A dúvida do perfil não muda a análise. olha aqui agora é pertinente é a disponibilidade de recursos pra doar de entrada e pra manter o financiamento nos primeiros 10 anos”, confessa Cintra. Para o professor, mais significativo que o perfil é ficar de olho no sistema de financiamento disponível.

Em financiamentos imobiliários, de página de leitura , os clientes conseguem optar por três sistemas de financiamento: o Price, o SAC (Sistema de Amortização Frequente) e o Sacre (Sistema de Amortização Crescente). clique aqui agora , os freguêses necessitam evitar ao máximo o sistema Price. “Esse sistema é para as pessoas que tem uma renda pequeno.

O defeito é que por ele você corre o risco de comparecer no desfecho do financiamento e ainda não ter pagado tudo”, referência o professor. Em linhas gerais, na tabela Price, as parcelas do financiamento são menores no começo, porém sobem no decorrer do tempo. Pelo SAC, as parcelas são decrescentes, em razão de os juros decrescem, entretanto a amortização permanece frequente.